Em Outubro: Suffragette

Boa noite!!

Quem visita blog feminista, ou tem amigos feministas (ou se considera um), ou mesmo sempre sabe -meses antes da estreia- os filmes que surgirão nos cinemas, já deve ter ouvido falar no Suffragette (Sufragista). Pode ter sido também no feed do facebook daquela pessoa não muito íntima, mas vale! Confesso que nunca antes esperei tanto para o lançamento de uma obra cinematográfica como agora… Estamos em julho, mas irei comentar sobre Suffragette, que terá sua estreia em Outubro nos cinemas dos EUA (espero o Brasil lançar na mesma época).

As atrizes principais são Carey Mulligan, Helena Bonham Carter e Meryl Streep, e a diretora chama-se Sarah Gavron. Uma novidade para mim também, pois não é comum ver o elenco principal e o diretor ambos serem compostos por mulheres. Basicamente, a obra retrata o que as sufragistas enfrentaram para garantir o direito ao voto feminino, em época na qual elas eram consideradas incapazes de exercê-lo pela lei. A luta entre essas mulheres e o governo chegava a ter medidas drásticas, como as primeiras entrarem em greve de fome, e o último alimentá-las à força nas prisões – impedindo o protesto. A sociedade e a mídia tinham seus lados a favor e contra. Uns se utilizavam de argumentos, outros preferiam usar humor “incompreensível”.
SuffragetteCartoons

(1. Caminho mais fácil para uma sufragista conseguir votos; 2. “Sem votos. Obrigada. O apelo da mulher.” e sufragista correndo ao fundo; 3. “Isso é o que eu faria com as sufragistas”)

Hoje em dia, votar é como um direito básico de qualquer cidadão. Ninguém se imaginaria incapaz de escolher seus governantes. Portanto, mulheres, valorizem a luta de suas antepassadas. Em 2016, haverá eleições, e muitos ainda têm preguiça de votar, ou já estão desesperançosos em fazê-lo, por conta de vários fatores – descaso de alguns políticos, desvio ou falta de verbas nos setores públicos, saúde e educação crescendo a passos mais curtos do que nossos desejos. Creio que não devemos desanimar, afinal como o ato de exercer o direito ao voto custou tanto para alguns, não podemos desprezar o trabalho deles. Pelo menos, com este pensamento, cada um pode se incentivar a fazer valer sua opinião pública, e votar após muito pensar a respeito do melhor (ou menos pior) candidato. O seu futuro só caminhará, se você participar do presente e aprender com o passado.

Enquanto todos (não só mulheres) pensam a respeito, podem ver o trailer do filme também. Gostaria que ficassem tão ansiosos como eu estou!

Quer abrir discussões a respeito da luta feminina na história? Ficarei feliz em responder!

– Maíra Azevedo
16.07.15 – Chuvas fortes

Fontes: Posters do filme; Charges (aqui, aqui e -a última eu perdi a fonte, meu Deus-)

Anúncios

5 comentários sobre “Em Outubro: Suffragette

Os comentários estão desativados.