Mulheres, o livro de Carol Rossetti

Um bom dia e ótimo sábado, leitores!!!

Por falar em ser leitor, por que não tentar ler um lançamento que já derreteu meu coração, mesmo sem eu ter comprado? Falo do livro “Mulheres”, por Carol Rossetti.

Mulheres1

Eu curto páginas feministas, e muitas vezes já me deparei com as imagens desta mulher, as quais mostram diversas garotas em situações cotidianas… de uma sociedade machista e patriarcal. Se você se sente uma mulher, se identifica como uma, pode ter visto alguma dos desenhos da Rossetti e percebido que já passou por aquilo – se não, fico muito feliz.

A obra se tornou o que é hoje a partir de “desenhos desprentesiosos, apenas feitos para melhorar a técnica de uso de lápis de cor”, disse a autora/artista. Com mensagens para refletir, eles ganharam uma importância maior que apenas a estética.

mulheres2
Que capa linda, Meu Deus

Estou encantada por todos os aspectos do livro: a arte, a escrita, o carinho, a sororidade. Desejo poder ver muitas outras pessoas inspiradas a partir dele. Com certeza, está na minha wishlist e já na minha fila de livro pra ler.

E para finalizar, uma imagem feita pela Carol, provavelmente incorporada às páginas da obra, que representam uma situação já vivida por mim.

Sou uma Eduarda. No mínimo.

______

Visite o site da Carol Rossetti!

______

~ Maíra Azevedo
29.08.2015 / Dia para acordar às 7h da manhã. VITÓRIA!!

Clique aqui para comentar sem precisar subir o post

Anúncios

Filosofia do Adorno: Pedrarias em Rasteirinhas

Boa noite a todos!!

Fugindo um pouco das gladiadoras, que estão ganhando o mundo da moda (se não já ganharam), vou mencionar hoje um tipo específico de sapato, o qual apareceu em muitas novas coleções de verão 2016: Rasteirinhas com Pedrarias.

Nada mais verão do que juntar algo aparentemente simples com outro detalhe para chamar atenção, seja pela cor, pela estampa ou pelo brilho. É estranho imaginar uma rasteirinha chegando a custar quase R$ 200, pois é normal focarmos apenas no formado do calçado. Mas com as pedrarias trazendo o diferencial nele, o adorno passa a ser usado tanto em dias comuns como também em eventos diversos.

Há algumas marcas com algumas rasteirinhas criadas recentemente para inspirar!

pedraria2

No post passado, eu mencionei a Capodarte, porque estou desejando um scarpin da nova coleção, contudo devo dizer que as rasteirinhas estão muito bonitas também. As cores vieram bem neutras, só com o verde fugindo à regra. São fáceis para combinar com várias roupas, para dia ou para noite!

pedraria3

A Carmen Steffens prefere usar muitas pedrarias de uma vez, com cores e formatos diferentes – mas isso não impede de a marca fazer modelos mais discretos. As cores também estão mais próximas dos tons neutros e terrosos, no entanto são mais “fortes” que as da Capodarte.

pedraria4

A Santa Lolla sabe fazer muitos sapatos elegantes! Minha opinião é que a marca sabe unir bem as tonalidades dos sapatos com os detalhes – e as rasteiras não ficam de fora. Dessa nova coleção, a pedraria turquesa ficou maravilhosa. Acho que ninguém ousou assim. Geralmente, preferem manter um modelo comum, como a rasteira preta com pedrarias da mesma cor (hmm, parece com a da Carmen Steffens).

pedraria5

Por último, podemos checar os sapatos da Schutz (bem conhecida). Em questão de elegância, eu creio que ela poderia ter trabalhado melhor. As pedrarias não têm uma característica própria, como as outras marcas conseguiram fazer, ou seja, os desenhos são muitas vezes comuns. As cores dos modelos, mais uma vez, são de preferência neutras. O mesmo vale para as pedras.

_____________

Espero que me perdoem por não unir os adornos a looks. É difícil achar fotos que focassem igualmente as roupas e o sapato. Estou aprendendo a pesquisar mais esses detalhes (:

Alguma marca atraiu seu interesse?

~ Maíra Azevedo
28.08.2015

Clique aqui para comentar sem precisar subir o post

Moda: Amarelo contra os Neutros

Boa tarde a todos nessa quarta-feira!!

Lembro-me do meu primeiro post aqui do blog, em julho (2015), que mencionava o vermelho como uma opção para fugir dos tons neutros do inverno. Outra cor muito interessante, porém mais usada em climas quentes, é o amarelo. Passando rapidamente a vista sobre os visuais com essa cor, existem muitos adequados para o frio, o que mostra não ser uma tonalidade exclusiva do verão.

A primavera está se aproximando cada vez mais, e com ela uma mudança na paleta de cores dos looks. O amarelo pode tanto servir para a estação mais fria quanto para a mais quente, basta saber aproveitar os estilos de cada peça e adequá-los!

(Todas as imagens e dicas mostradas aqui devem ser tomadas como inspirações somente. No seu estilo, apenas você saberá o que é bom ou o que é ruim.)

amarelo1

Os blazers são como uma peça-chave para usar cores que você ainda não está muito acostumado. Eu, por exemplo, ainda não tenho nada amarelo em meu armário, porém ao ver inspirações de looks com blazers, criei certa coragem para um dia tentar. Uma grande vantagem é ser usado para quebrar as tonalidades neutras das roupas. E caso se canse de vesti-lo ao longo do dia, pode retirá-lo por alguns minutos (ou se o dia resolver esquentar).

amarelo2

Já para climas mais amenos e quentes, a saia midi – atualmente, uma peça de escolha de muitas mulheres – e a longa podem trazer as mudanças necessárias ao seu visual. E nada mais perceptível que o amarelo. Apesar de a escolha dos sapatos ser bem diversificada (nude, vermelho, camelo…), as blusas ainda possuem uma tonalidade semelhante: cores neutras. Unir branco e preto nelas também é uma opção, como nas listras.

amarelo3

Vestidos são uma aposta para quem tem segurança com a cor – isso vale para outros tons. Interessante foi notar a falta de “cintura” nas roupas, ou seja, uma busca por discrição. Já que o amarelo toma muita atenção, os cortes dos vestidos não necessitam ser chamativos – um reto é o bastante. Para acompanhar, há como ousar com o azul ou permanecer tradicional com o branco e/ou o preto.

amarelo4

Por fim, caso o interesse não esteja em dar exclusividade ao amarelo, mas apenas uma levantada no neutro, adornos podem ajudar. Um simples sapato ou uma bolsa já são o suficiente. Como eu não sei usar a cor ainda, eu começaria por aqui pela facilidade de manipular os visuais, pois com as mais variadas camisas e calças P&B uma bolsa amarela (por exemplo) cairá muito bem.

___________

Você gosta do amarelo e/ou sabe vestir-se com ele?

Fontes:
Blazers: aqui, aqui, aqui e aqui;
Saias Midi e Longa: aqui, aqui, aqui e aqui;
Vestidos: aqui, aqui, aqui e aqui;
Bolsas e Sapatos: aqui, aqui, aqui e aqui;
Image Header

~ Maíra Azevedo
26.08.2015 / Dia ensolarado e com aulas canceladas

Clique aqui para comentar sem precisar subir o post

Penteados: Messy Lady

Boa noite aos leitores!!

Hoje, me empolguei com o penteado, e acabei fazendo um mais complicado, porém dois-em-um. Dependendo da sua escolha, pode ser um estilo mais solto ou mais preso. Outro fator que adoro nesse penteado é a aparente desordem do cabelo, a qual acaba sendo mais um charme que um problema.

Veja com cuidado!

penteado24082015

Já inicio as dicas explicando como prendi as mechas: eu pego uma mecha, puxo para trás, mas ao mesmo tempo elevo-a um pouco, para ficar uma parte pendendo entre o grampo e a raiz, e a outra pendendo após o grampo. Nesta, podemos fazer cachinhos ou ondas, para dar o efeito do primeiro penteado preso que marquei em verde.

desenhoexplicativo

Seguindo agora a ordem das fotos, da esquerda para direita, começando pela linha superior:

  1. Comece pela franja. Separe-a e prenda-a se necessário. Deixe no estilo que melhor servir (se quiser deixar a testa livre, tudo bem);
  2. Fazendo os movimentos do desenho acima, comece pelas mechas mais “frontais”. Puxe para trás e prenda com um grampo;
  3. Eu fiz isso em 3 mechas principais (esquerda, direita e de trás). Caso seu cabelo seja maior, talvez necessite prender mais cabelo;
  4. Já nas fotos da segunda linha, eu repeti o processo de prender o cabelo com as mechas já presas, para dar maior estabilidade e o efeito de “caracóis” da primeira foto marcada em verde;
  5. A 4ª foto da 2ª linha (com setinhas cinza discretas e uma borda branca) apenas enfatiza os movimentos dos meus dedos. Note bem como eu pego parte dos fios superiores e deixo os inferiores soltos. Isso dá um efeito de “cascata” enquanto o cabelo estiver preso;
  6. 1ª Foto Marcada com Verde: o cabelo está meio preso e meio solto. As ondas e cachos dão um visual romântico e ao mesmo tempo elegante. Pode ser usado em festas ou em dias normais;
  7. Na 2ª foto da 3ª linha, eu separei meu cabelo em duas grandes partes e enrolei cada uma, prendendo-as completamente. No final, a 2ª Foto Marcada com Verde mostra um penteado “messy”, preso, mas com alguns fios mais livres.

______

Eu uso esses penteados livremente, sem me preocupar se são para festas ou não. Depende mais do tempo disponível para fazê-los. Os “Messy Lady” precisam de paciência, e sendo otimista, demoram 20 minutos para estarem perfeitos.

Qual é o melhor? Solto ou preso?

~ Maíra Azevedo
24.08.2015 / Manhã fria e tarde quente

Clique aqui para comentar sem precisar subir o post

ModArte #4 – Pablo Picasso (Fase Rosa)

Boa tarde a todos!

Retornando ao modArte, que não teve um post na semana passada, resolvi me inspirar em um artista muito conhecido: Pablo Picasso.

Pelo que já vi das obras de Picasso, ele começou a desenhar como qualquer outro artista: tentando adquirir habilidades em muitos e muitos rascunhos e em desenhos realistas. O pintor espanhol não começou seus quadros com aspectos cubistas, mas muito pelo contrário: quando queria definir bem as linhas reais do corpo humano, era capaz.

Escolhi a Fase Rosa do artista para mostrar que o cubismo surgiu bem depois de inúmeras tentativas de “encontrar-se” na arte. Antes mesmo da Rosa, houve a Fase Azul, com o predomínio desta cor e de sentimentos de melancolia. A fase que eu trouxe aqui representa a volta da alegria de Picasso em sua vida. Os tons frios são substituídos por outros mais quentes, tendo algumas obras com muita luz e outras com cores muito fortes.

pablopicasso2

Até mesmo uma coroa de flores foi usada! Os aspectos da vida que traziam felicidade a ele foram bem representados: circo, o amor, a infância.

PabloPicasso1

Muitos looks diferentes podem ser retirados dessas obras.

  1. Alguém vestido totalmente de azul pode fazer pensar que está usando jeans de cima até embaixo. Por que não? Calça e jaqueta jeans com uma coroa de flores e uma camisa branca básica são uma escolha.
  2. O lindo vestido rosa solto é bem elegante e pode ser usado em vários tipos de evento mais formal.
  3. Indo no sentido contrário, no cotidiano um short jeans e uma camisa básica branca são bem comuns. Que tal adicionar uma meia-calça de uma cor diferente? O mesmo vale para a mochila.
  4. Uma calça de cintura alta e uma camisa colorida faz lembrar um pouco o São João. Porém, caso queira usar essa combinação, apenas vista-a e se sinta confortável nela.
  5. Por último, uma saia… digamos… bem perceptível, capaz de levantar qualquer look. Para deixá-la em total destaque, apenas deixe as outras peças em cores neutras.

______

Picasso soube brincar com as formas na Fase Rosa, e não é de se espantar que o cubismo foi aos poucos surgindo após essa experiência. Nunca desenhei visuais tão coloridos ao mesmo tempo, por isso posso afirmar que também me senti bem “rosa”. ❤

Queria encontrar uma saia como aquela…

~ Maíra Azevedo
23.08.2015 / Dia para se inspirar

Clique aqui para comentar sem precisar subir o post