Idiomas: O que o Russo me ensinou

Não esqueça de ler Idiomas: Dicas para Começar, escrito em julho de 2015, mas ainda bem atual!

Здравствуйте друзья! — Okay, não. Olá, amigos!

Por favor, não perguntem “Por que russo?”, já que eu nunca tive uma boa resposta para explicar meu interesse no idioma. Com certeza, aprender sobre a URSS faz com que você desperte interesse nas culturas das 15 repúblicas soviéticas (a da Geórgia e da Armênia são incríveis), todavia acredito que meu vício em aprender línguas também tenha me induzido a procurar saber mais sobre russo.

Neste post, porém, vou apenas apresentar o Russo na sua forma mais “seca” possível, ou seja, suas regras de gramática, o alfabeto e as diferenças das línguas mais conhecidas. Contudo, entenda que, ao aprender um idioma, a cultura de um povo é apresentada a você, e essa experiência pode ser muito valiosa.

Você se lembrou das matryoshkas, não? (:

1. Dedicação: O Russo começa difícil, depois facilita, depois volta a ter certa dificuldade.

Essa característica do russo deve ser levada a sério, por isso os iniciantes devem se dedicar muito nos primeiros 6 meses do curso, se não quiserem ficar atrasados para sempre.
O alfabeto é a primeira etapa e a mais difícil, na minha opinião. Você volta aos 6 anos de idade e necessita treinar caligrafia, cantar o ABC e ler para os colegas frases curtas, para enfim dominar o alfabeto, aprender a ler e poder começar a aprender a gramática. A facilidade vem depois de ultrapassar esta fase, onde o “eu, tu, ele” aparece e tudo se acalma. A dificuldade posterior é pela gramática, que em qualquer idioma, pode trazer problemas.

2. Humildade: Por falar em alfabeto, o cirílico tem 33 letras – enquanto o latino atual tem 26.

Entre essas letras, há aquelas que possuem o som de duas unidas, outra que faz a consoante anterior a ela ter um som mais “leve, brando”, e as idênticas às latinas que conhecemos (a, e, o, k…). Línguas de alfabetos diferentes exigem humildade, pois não é sempre que você se sente na necessidade de reaprender a ler e a escrever.

3. Sabedoria: Quanto mais idiomas você sabe, mais você percebe que a gramática russa pode ser [de certa forma] simples.

Quando você passa do alfabeto russo, um sorriso se abre ao perceber que não há artigos nesta língua, só há uma (1) variação do passado (no português, há 3), o verbo ser não existe no presente… E apesar de haver 6 declinações para as orações nominais e verbais (aquela história de acusativo, nominativo, que no alemão tem 4), o russo não tem artigo para você se perder, portanto a maioria delas só modificam terminações dos substantivos.
Caso tenha ficado complicado de entender, o resumo é: a gramática russa é amigável, e você entenderá isso se já tiver passado pelas conjugações verbais do francês e as declinações do alemão.

4. Coração aberto: Pode ser que eu nunca vá para a Rússia ou que utilize meus conhecimentos, mas aprender não exige um uso imediato.

E esse é o motivo pelo qual muitos me perguntam por que eu estudei russo em 2015. Na hora de ganhar conhecimento, não podemos nos deter ao “significado material” dele. “Vou usar para viajar?”, “Vou usar para trabalhar?”, “Não gosto de Putin, não vou aprender sobre a cultura de 140 milhões de pessoas”. Tudo isso resume um pensamento que lhe impede de crescer. Apenas abra seu coração para o novo, para o desafio, e será mais feliz.

-10ºC ao meio-dia na foto, minha aposta final.

É maravilhoso ser um aprendiz.
Você já considerou iniciar um estudo diferente neste 2016?

__

Fontes:
Matryoshkas (Bonecas Russas)Catedral de São Basílio (Moscou)
Imagem em Destaque

~ Maíra Azevedo
05.01.2016 / Derretendo no Recife

Anúncios

12 comentários sobre “Idiomas: O que o Russo me ensinou

  1. Nunca imaginei em aprender um idioma que pareça tão complexo, como o Russo. No máximo, pensei no Alemão. Hoje, falo apenas inglês e italiano. Estou criando coragem para escolher um novo idioma, mas ainda não aconteceu rs

    Curtido por 1 pessoa

    • Agora a qualquer instante você pode pensar em um idioma hihihi
      O post é exatamente para incentivar o surgimento dessa ideia.
      E não ache que saber 2 línguas estrangeiras é pouco. Pense bem, você lê, ouve, escreve e fala em 2 idiomas e mais o português. É um ótimo saldo 😀 Isso exige tempo e esforço.
      Obrigada pela visita, Lari! ❤

      Curtido por 1 pessoa

  2. Que massa, Maí!!! eu adoraria saber várias linguas, mas sou preguiçosa hahah péssimo para mim isso, i know. Fiquei curiosa sobre esse idioma, quem sabe um dia eu não tome vergonha na cara e aprenda um pouco.
    Beijo =*

    Curtido por 1 pessoa

    • Eu acho interessante o fato de que o russo, depois da revolução comunista, foi mais “simplificado” para alfabetizar mais rápido a população (na época, a grande maioria camponesa). Apesar de os admiradores do idioma acharem que muita história se perdeu com a redução do alfabeto (sim, havia mais que 33 letras) e tudo mais, eu achei bom agirem de forma a tentar incluir o povo no aprendizado.
      Francês continua com a sofisticação e poesia das línguas latinas. Não é fácil, mas vale a pena aprender! Tenho certeza de que você vai conseguir isso e ainda irá para a França, Adriel *-*
      Boa sorte nesse trajeto!! E obrigada pela visita!

      Curtir

  3. Ai que demais!!! Amei esse post! Eu acho tão legal aprender um novo idioma, conhecer um pouco mais da cultura de cada país, adoro isso tudo e aprender coisas novas. No momento estou aprendendo inglês, mas tenho curiosidade de aprender mais línguas e achei bem legal o russo hehe.
    Beijinhos ❤

    Curtido por 1 pessoa

  4. Que maneiro! Ainda to aprendendo inglês, que invejinha haha meu sonho é aprender muuuitas línguas, não importa a dificuldade. Acho que quanto mais diferente, mais interessante deve ser. E quem sabe tu esbarra na Rússia um dia, não é? Haha

    Curtido por 1 pessoa

    • Todos levam o tempo que precisam. Eu atropelo uma língua na outra, quando vejo uma, quero começar mais uma etc.
      Os idiomas são muito semelhantes entre si. Os diferentes acabam quase iguais depois de um tempinho ^-^ Natural do ser humano.
      Bem, se eu precisar ir até lá, pelo menos ler eu consigo! Já não vou me perder! uhuuul

      Beijins, amanda! ❤

      Curtido por 1 pessoa

Os comentários estão desativados.