Eu {Corações} Nina Ricci

Olares, gente!

Acho que todos nós temos aquela marca que define um pouco a personalidade de cada um. Eu acredito que a minha seja a Nina Ricci. Nesse post, vou apenas mostrar um pouco dos trabalhos da Nina Ricci, e porque eu considero uma marca incrível. [Não é publicidade, caso tenham dúvidas]

As atividades da Nina Ricci começaram em 1932, quando a própria fundou a Haute Couture da Casa. Em 1941, criou-se o Departamento de Perfumes. O icônico L’Air du Temps foi lançado em 1948. Nunca cheguei a sentir essa fragrância, mas se seguir as mesmas bases das mais novas, como Mademoiselle Ricci ou Ricci Ricci, então sei que vai me conquistar.

______________________

Roupas: Em relação à Haute Couture, eu ainda estou me familiarizando. Nas boutiques, eu não tenho condições de pagar pela marca. Mas, de modo geral, gosto de verificar como as roupas são idealizadas, pois eu percebo sempre que há um estilo romântico e sério único em Nina.

  • Pret-à-Porter – Primavera 2016: Uhul! Nina já lançou alguns modelos que transmitem seriedade e calma para a primavera. Umas roupas com muito tecido, outras poupando a quantidade. Gostei da estampa floral com fundo creme. Foi o que mais me aproximou do pensamento de chegada da estação. Os vestidos trouxeram uma elegância bem Anos 20 – cortes retos.

NinaRicciSpring2016

_____________

Perfumes: O que me agrada nessa Casa é o modo como as fragrâncias são feitas.

Eu descobri “o perfume da maçã vermelha” (Nina by Nina Ricci) em 2010 (com 15 anos), em uma perfumaria em promoção. Creio ter comprado 30mL por R$ 120,00 na época – hoje, não se encontra esse preço por aqui – e dei de presente para uma amiga.
Contudo, numa nova oportunidade, comprei para mim o Ricci Ricci, com tons mais doces e amadeirado (uso só à noite).
Recentemente, em janeiro deste ano (2015), eu comprei o Mademoiselle Ricci, que creio ser da família floral. Era bem suave, com um tom docinho quase imperceptível no final. Usei durante todo o verão e o outono para ir à faculdade. 30mL duraram por 6 meses.
Agora, em julho, comprei para mim a tão desejada Maçã Vermelha, em uma perfumaria em promoção (hahaha sempre em promoção). Vou usar para ir à faculdade no período de agosto a novembro.

[ Vocês devem estar incomodados pelo fato de eu usar Nina Ricci na faculdade ): Não tomem isso como arrogância. Eu sou muito caseira, então minha vida se resume aos estudos e à minha casa. Minhas saídas são poucas, e são para restaurantes ou cinemas. Se eu não fizesse valer o preço do perfume usando ele todo dia, de que adiantaria comprar? Para mim, vale mais a pena ter uma fragrância preferida, usá-la todo dia e comprar uma nova só após a última acabar, mesmo se o preço for acima da média. E como eu quase não visito outros lugares que não a faculdade… ]

NinaRicciPerfumes

Ricci Ricci, Mademoiselle Ricci e Nina by Nina Ricci

_____________

Acessórios: Eles não devem ser tão famosos. Nunca ouvi falar de alguém usando uma bolsa da Nina Ricci. Os modelos são muito simples, provavelmente ainda não têm algo que os faça serem rapidamente identificado (como as bolsas da Chanel). Mas como eu gosto de discrição (não me agrada ter uma bolsa com o logo da marca muito grande estampado), elas ganharam minha simpatia.

  • Bolsas – Primavera 2016: Elas ganharam cores bem clarinhas (branco e caramelo) em sua maioria. Os modelos também são bem variados. Discrição máxima.

ninariccibags

Caso um dia vocês possam ser donos de alguns desses itens, aconselho a começar pelos perfumes, que há anos são minha escolha sobre todas as outras marcas. Posso me considerar freguesa das fragrâncias da Nina Ricci, e quem sabe um dia eu possa ter uma bolsa também.

______________________

E então? Já conheciam A Casa de Nina? Desejam algum item?

Fonte: Nina Ricci; Header image

~ Maíra Azevedo
25.07.2015 /  Sol e poucas nuvens

Anúncios

Vermelho e o Frio: Quebrando o Neutro

Leitor, você já se deparou com uma pessoa vestindo um casaco chamativo, em meio a uma multidão? Geralmente esses casacos são vermelhos, e há motivos para termos facilidade em percebê-los, não apenas pelo fato de serem de uma cor vibrante, contudo por estarem rodeados de cores minimalistas.
Em estações frias, todos precisam de algum tipo de agasalho, e muitos deles são preto, branco, cinza, marrom… Cores neutras. Pode ser curioso achar um casaco que quebre essa regra, porém isso é mais comum do que se imagina.

O Vermelho é uma cor a qual muitos acham forte – eu, por exemplo. Forte e às vezes egoísta. Para ser usada no outono ou no inverno, a peça vermelha precisa estar “acima” de todas as outras. Precisa ser o único destaque.

Nina Ricci soube mostrar bem esta necessidade da cor de se expressar. A foto do meio mostra o único look utilizando vermelho em toda a coleção de inverno de 2015. Único, porém notável. Foi usado por Dree Hemingway na Vogue Paris Foundation Gala, na primeira semana de julho.

NinaRicciHiver2015

E Elie Saab fez um bom trabalho no Pre-Fall 2015 (pré-outono), montando looks igualmente neutros, porém formando outros vermelhos por inteiro. Houve uma mesma lógica: a busca pelo destaque.
Apesar do roxo (Pantone 2597) presente abaixo, tentando fugir das cores muito claras ou muito escuras, ele está entre as frias e quentes, e não consegue sozinho receber o mesmo foco das roupas vermelhas.

ElieSaabPreFall2015

O melhor de checar as criações da Haute Couture (alta costura) é tentar aplicar no cotidiano. Você pode vestir-se com um casaco que chegue próximo ao joelho, ou mesmo com um cardigan vermelho simples. A cor, nos desfiles, busca atenção. Nas ruas, busca também trazer aconchego e calor nas épocas frias. Calças, sapatos e bolsas de tons mais fechados e/ou neutros são a maioria nas opções. Várias mulheres, conhecidas ou não internacionalmente, já tentaram criar seu próprio estilo com tal ideia. A inspiração é livre.

famosasemvermelho15Jul2015

(Se eu morasse em uma cidade com inverno de temperatura abaixo de 25 ºC, eu acompanharia meus leitores. Mas o Recife não permite nada além de um cardigan. Um dia eu quebrarei o neutro do inverno com o vermelho.)

Fontes: Nina Ricci; Elie Saab; Pinterest (aqui, aqui e aqui)
Pintura: Woman in Red Coat Under the Rain – Andre Kohn

Comentários a respeito do vermelho?
Há peças deste tom em seu guarda-roupa?

~ Maíra Azevedo
15.07.2015 / Dia nublado e cinza